Brasiliense deve desembolsar R$ 101 com presente do Dia dos Pais

63,2% dos empresários esperam melhora nas vendas em relação a 2011; cartão de crédito deve ser a opção da maioria dos clientes

247 - Os comerciantes do DF estão otimistas para o Dias dos Pais. É o que mostra levantamento do Instituto Fecomércio. Para 63,2% dos empresários, as vendas serão maiores em relação ao ano passado. Já 20,8% aguardam vendas iguais e apenas 16% apostam em um desempenho inferior.

A pesquisa ouviu 125 comerciantes, de sete segmentos distintos. As lojas de Material Esportivo são as mais otimistas, esperam alta de 24,5%. As de Calçados são as mais cautelosas, estimam aumento de 1,73%.

"As datas comemorativas são um estímulo em diversos setores e o Dia dos Pais representa o quarto melhor período de vendas", explica o presidente do Sistema Fecomércio-DF, Adelmir Santana.

Na busca por um faturamento melhor, 95,2% dos comerciantes realizarão promoções, 67,2% aumentarão os estoques e 8,8% reforçarão o quadro funcional. Em relação à forma de pagamento, os empresários acreditam que o cartão de crédito será o mais utilizado (88%), seguido de pagamento à vista com dinheiro, cheque e cartão de débito (9,6%); além de cartão da loja (2,4%). Sobre o valor dos presentes, 52,8% dos empresários acreditam que o preço médio gasto será superior a R$ 101.

Com informações da Fecomércio.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247