Casa da Moeda é ocupada por seus funcionários

Uma grande mobilização de servidores tomou conta da Casa da Moeda nesta sexta-feira (10) contra a precarização da empresa pública que está na mira do ministro da Economia, Paulo Guedes, para futura privatização. A manifestação foi disparada às 15h após uma entrevista de Fábio Rito, diretor da instituição

www.brasil247.com - Casa da Moeda
Casa da Moeda (Foto: Gabe Dalavigne)


247 - Uma grande mobilização de servidores tomou conta da Casa da Moeda nesta sexta-feira (10) contra a precarização da empresa pública que está na mira do ministro da Economia, Paulo Guedes, para futura privatização. A manifestação foi disparada às 15h após uma entrevista de Fábio Rito, diretor da instituição.

A usuária do Twitter Gabe Dalavigna publicou: "hoje, após uma entrevista MENTIROSA dada ao Globo News pelo Diretor Fábio Rito, os trabalhadores se revoltaram e foram se manifestar."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo matéria da revista Fórum, "ela ainda relatou alguns dos ataques sofridos pelos funcionários. 'As modificações feitas em relação aos trabalhadores são comunicadas APÓS o expediente do trabalhador, para não ter possibilidade de manifestações por parte dos mesmos, por causa disso, muitos estão com medo de dormir e acordar sem mais algum direito ou até mesmo sem o emprego', tuitou."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email