Casos confirmados de dengue crescem 310% no DF

O número de pacientes com dengue confirmada no Distrito Federal aumentou 310% em relação a 2015; é o que apontam dos dados da Secretaria de Saúde; até a última segunda-feira (21), 6.958 casos haviam sido atestados por exames; no mesmo período de 2015, eram 1.697 infecções; o índice de mortes causadas pela dengue no DF e no Entorno não sofreu alterações em relação ao boletim anterior; foram cinco casos fatais, sendo três da capital e dois de Goiás

O número de pacientes com dengue confirmada no Distrito Federal aumentou 310% em relação a 2015; é o que apontam dos dados da Secretaria de Saúde; até a última segunda-feira (21), 6.958 casos haviam sido atestados por exames; no mesmo período de 2015, eram 1.697 infecções; o índice de mortes causadas pela dengue no DF e no Entorno não sofreu alterações em relação ao boletim anterior; foram cinco casos fatais, sendo três da capital e dois de Goiás
O número de pacientes com dengue confirmada no Distrito Federal aumentou 310% em relação a 2015; é o que apontam dos dados da Secretaria de Saúde; até a última segunda-feira (21), 6.958 casos haviam sido atestados por exames; no mesmo período de 2015, eram 1.697 infecções; o índice de mortes causadas pela dengue no DF e no Entorno não sofreu alterações em relação ao boletim anterior; foram cinco casos fatais, sendo três da capital e dois de Goiás (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - O número de pacientes com dengue confirmada no Distrito Federal aumentou 310% em relação a 2015; É o que apontam dos dados da Secretaria de Saúde divulgados nesta quarta (23). Até a última segunda-feira (21), 6.958 casos haviam sido atestados por exames. No mesmo período de 2015, eram 1.697 infecções.

Juntas, Brazlândia, Ceilândia, Taguatinga, São Sebastião, Samambaia e Planaltina respondem por seis em cada dez casos da doença. Líder em infecções, Brazlândia tem 19% dos casos confirmados até esta segunda.

O índice de mortes causadas pela dengue no DF e no Entorno não sofreu alterações em relação ao boletim anterior. Foram cinco casos fatais, sendo três da capital e dois de Goiás.

O Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen) detectou a presença de todos os quatro tipos do vírus da dengue em circulação no DF. Os micro-organismos foram encontrados em amostras de exames de pacientes de Ceilândia, Guará, Santa Maria, Riacho Fundo, Plano Piloto, Taguatinga, e Samambaia.

Nas 11 primeiras semanas de 2016 (dois meses e três semanas), o GDF identificou 333 casos suspeitos de febre chikungunya, doença que também é transmitida pelo Aedes aegypti. Destes, 27 já foram confirmados por exame sorológico. No ano passado, apenas dois casos foram confirmados no mesmo período.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal também registrou 289 casos suspeitos de infecção pelo vírus da zika, com 27 confirmações por exames. Não há como fazer comparações com o ano anterior porque a doença não existia no DF no primeiro semestre de 2015.

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247