Centrão quer novos ministérios para sacramentar apoio ao governo Bolsonaro

Jair Bolsonaro, porém, negou que a informação seja real, em publicação no Twitter. O ministro da Economia, que deve perder poderes caso a criação de novos ministérios ocorra, é contra a medida

Relator espera apresentar proposta de Renda Cidadã na próxima semana, e não mais nesta 4ª
Relator espera apresentar proposta de Renda Cidadã na próxima semana, e não mais nesta 4ª (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Centrão está buscando recriar os ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, e das Cidades para sacramentar o apoio ao governo de Jair Bolsonaro. O grupo também quer indicar um nome para o Ministério da Ciência e Tecnologia, ocupado por Marcos Pontes.

Com a criação dos novos ministérios, uma parte da política econômica do governo sai das mãos do Ministério da Economia e, por isso, a medida não conta com o apoio do responsável da pasta, Paulo Guedes.

Os novos ministérios ficariam sob o comando de partidos aliados ao governo no Congresso, como o Progressistas, Republicanos e o Partido Liberal (PL). O Centrão já controla outros ministérios, como das Comunicações, chefiado por Fábio Faria (PSD), genro de Sílvio Santos.

Segundo Bolsonaro, a criação de novos ministérios para o Centrão é uma “fake news”, conforme publicou no Twitter nesta quinta-feira, 8.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email