Chamado de 'vagabundo', Bolsonaro aciona AGU para processar líder do PSL na Câmara

Na interminável disputa dentro do PSL, agora foi a vez de Jair Bolsonaro ir ao ataque, acionando a Advocacia-Geral da União para processar o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (GO), que o chamou de 'vagabundo' e disse que iria implodir o governo

(Foto: PR | Câmara dos Deputados)

247 - Jair Bolsonaro acionou a Advocacia-Geral da União (AGU) para processar o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), por ameaça, informa a Folha de S.Paulo.

"A equipe do ministro André Mendonça estuda, nesta sexta-feira (18), quais medidas criminais são cabíveis contra o deputado, que chamou Bolsonaro de 'vagabundo' e disse que iria implodir o governo", diz a reportagem.

Na manhã de hoje, Waldir voltou a atacar Jair Bolsonaro. "Eu não menti. Ele me traiu. Se precisar, eu repito dez vezes. (...) Ele nunca me recebeu e agora me traiu ao pedir ao Bivar, por proposta do Major Vitor Hugo e do governador de Goiás Ronaldo Caiado, o diretório do Estado. Então, é vagabundo", atacou Delegado Waldir.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247