HOME > Brasília

Ciclovias passam a ser obrigatórias no DF

Todas as obras de construção, ampliação ou adequação no sistema viário de Brasília deverão prever no projeto a criação de ciclovias, ciclofaixas e infraestrutura cicloviária; a sanção do governador Rodrigo Rollemberg, que altera a Lei nº 3.639/2005, está publicada no Diário Oficial do Distrito Federal; a legislação anterior estabelecia a regra apenas para rodovias; com a mudança no texto da lei, proposta pela deputada distrital Sandra Faraj (Solidariedade), ciclovias ou ciclofaixas obrigatoriamente serão instaladas em novas intervenções nas vias públicas, em trechos urbanos das rodovias e nas estradas

Todas as obras de construção, ampliação ou adequação no sistema viário de Brasília deverão prever no projeto a criação de ciclovias, ciclofaixas e infraestrutura cicloviária; a sanção do governador Rodrigo Rollemberg, que altera a Lei nº 3.639/2005, está publicada no Diário Oficial do Distrito Federal; a legislação anterior estabelecia a regra apenas para rodovias; com a mudança no texto da lei, proposta pela deputada distrital Sandra Faraj (Solidariedade), ciclovias ou ciclofaixas obrigatoriamente serão instaladas em novas intervenções nas vias públicas, em trechos urbanos das rodovias e nas estradas (Foto: Leonardo Lucena)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Amanda Martimon, da Agência Brasília - A partir desta quinta-feira (10) todas as obras de construção, ampliação ou adequação no sistema viário de Brasília deverão prever no projeto a criação de ciclovias, ciclofaixas e infraestrutura cicloviária. A sanção do governador Rodrigo Rollemberg, que altera a Lei nº 3.639/2005, está publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta quinta-feira (10). A legislação anterior estabelecia a regra apenas para rodovias.

Com a mudança no texto da lei, proposta pela deputada distrital Sandra Faraj (Solidariedade), ciclovias ou ciclofaixas obrigatoriamente serão instaladas em novas intervenções nas vias públicas, em trechos urbanos das rodovias e nas estradas. Há apenas duas exceções: a regra é dispensada caso seja comprovado, por estudo técnico, que as condições do relevo não favorecem o uso da bicicleta ou se as características do local não propiciarem o tráfego desse meio de locomoção.

A alteração determina ainda que a prioridade é construir ciclovias. Se elas forem inviáveis, poderão ser substituídas por ciclofaixas. Para o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, a medida fortalece o uso da bicicleta na capital federal. "É um meio de transporte limpo, saudável, amplamente adotado por muitas cidades mundo afora. E Brasília tem características de relevo favoráveis. O trânsito tende a melhorar se tivermos uma rede cicloviária mais completa", avalia.

Definições
A ciclovia é constituída de pista própria, separada fisicamente do tráfego geral, enquanto a ciclofaixa é uma faixa exclusiva para circulação de bicicletas, delimitada por sinalização específica, mas que usa parte da pista ou da calçada. As definições estão na Lei nº 4.397/2009, que dispõe sobre a criação do Sistema Cicloviário do DF.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: