Comissão da Polícia Civil investigará acessos ilícitos

Governador nomeia cinco delegados da Polcia Civil que vo investigar acessos ilcitos aos dados eletrnicos e a comunicaes dentro da administrao pblica; comisso ter 90 dias para apurar as possveis irregularidades

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 – Através de decreto publicado nesta quinta-feira, no Diário Oficial do Distrito Federal o governador, Agnelo Queiroz, criou Comissão especial para acompanhar investigações policiais e reunir informações sobre práticas de crimes contra Administração Pública e acessos ilícitos à comunicação e dados eletrônicos.

Cinco delegados da Polícia Civil vão ficar responsáveis por apurar os fatos. O diretor-geral da Polícia Civil (PC/DF) presidirá a comissão, que será formada pelos titulares das delegacias de Repressão ao Crime Organizado do Distrito Federal (DECO) e de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública do Distrito Federal (DECAP). Os outros dois integrantes serão o coordenador e o coordenador-adjunto da Inteligência e Estratégia da PC/DF.

A comissão deverá apresentar relatório sobre as investigações realizadas e sugestões de medidas administrativas destinadas ao aperfeiçoamento do controle e segurança de informações na Administração Pública do DF.

Segundo o decreto, a comissão tem 90 dias, contados da data da publicação do decreto, para concluir um relatório sobre as supostas invasões e grampos que possam ter ocorrido dentro do GDF.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247