Constatadas falhas na execução de contratos entre Detran e empresa de segurança

Prejuzo foi de R$ 102 milhes. Tambm h indcios de irregularidades em contrato da G6 com a Secretaria de Educao

Brasília 247 — O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) constatou falhas na execução de contratos firmados entre o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran) e a empresa G6 Sistema de Segurança Integrada Ltda. O prejuízo foi calculado em R$ 102.393,60 nos compromissos fechados sem licitação. A G6 deveria prestar serviços de vigilância, mas não forneceu aos empregados equipamentos de segurança, como coletes à prova de balas, cassetetes e apitos, nem uniformes, conforme previsto na planilha de custos. A Carteira Nacional de Vigilantes, documento obrigatório para o exercício da função, também não foi fornecida.

O TCDF determinou que a empresa ressarça os cofres públicos e aplicou multa de R$ 7.018,80 ao servidor do Detran responsável pela execução do contrato. O corpo técnico do tribunal também vai verificar se o Detran descentraliza a fiscalização dos serviços de vigilância do órgão, medida necessária para que haja transparência nas contas.

A G6 foi fundada pelo ex-deputado distrital Leonardo Prudente, envolvido em denúncias do caso Caixa de Pandora. O TCDF já estava investigando superfaturamento de contratos firmados entre a empresa e a Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Com informações do TCDF

Ao vivo na TV 247 Youtube 247