HOME > Brasília

Deputado diz que pedido de prisão de Lula é 'gesto tresloucado'

O deputado Chico Vigilante (PT/DF) comentou o pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente Lula; "Me pergunto aonde querem chegar? Querem jogar nosso país a uma ditadura de alguns promotores? Porque essa ação não representa o Ministério Público, como um todo. É uma provocação, um gesto tresloucado de alguém que tem um claro objetivo: fortalecer a direita e os tucanos", afirmou; para Vigilante, "pé chegada a hora de toda a sociedade reagir"

O deputado Chico Vigilante (PT/DF) comentou o pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente Lula; "Me pergunto aonde querem chegar? Querem jogar nosso país a uma ditadura de alguns promotores? Porque essa ação não representa o Ministério Público, como um todo. É uma provocação, um gesto tresloucado de alguém que tem um claro objetivo: fortalecer a direita e os tucanos", afirmou; para Vigilante, "pé chegada a hora de toda a sociedade reagir" (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O deputado Chico Vigilante (PT/DF) comentou o pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente Lula. "Assistindo há pouco à entrevista concedida por esses promotores de São Paulo, me pergunto aonde querem chegar? Querem jogar nosso país a uma ditadura de alguns promotores? Porque essa ação não representa o Ministério Público, como um todo", afirmou.

Ele pontuou que o promotor Cassio Conserino "revelou não ter prova alguma que justifique pedido de prisão preventiva". "Ou seja, é uma provocação, um gesto tresloucado de alguém que tem um claro objetivo: fortalecer a direita e os tucanos", avaliou.

Para Vigilante, "pé chegada a hora de toda a sociedade reagir".

"Quem lutou pelas liberdades democráticas, por uma sociedade justa, para que a Constituição Federal seja respeitada, não pode aceitar isso. Usar-se das instituições públicas para fazer uma provocação destas é querer estimular o conflito nas ruas e jogar efetivamente o Brasil em um impasse. Não podemos aceitar calados tamanha provocação. Eu, que lutei pelo fim da ditadura, pelo fim do arbítrio, não posso aceitar que um elemento despreparado para a função e que vem perseguindo o ex-presidente Lula há anos, praticar um ato de banditismo jurídico em um órgão tão importante como é o Ministério Público. Imaginem qual será a repercussão desta atitude arbitrária ao redor do mundo, especialmente, em países nos quais os agentes públicos só realizam ações extremas como essa de posse de provas concretas?", complementou.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: