HOME > Brasília

Em jantar, Dilma e Lula deverão definir novo ministro da Justiça

O ex-presidente Lula está indo a Brasília para entre outras coisas debater uma solução para o caso de a votação do STF resultar no impedimento do novo ministro da Justiça; no governo, como no entorno de Lula, os dois nomes mais citados para ocupar o cargo são os dos deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadi Damus (PT-RJ); Lula aprova a ambos e o jantar de hoje deve definir a parada

O ex-presidente Lula está indo a Brasília para entre outras coisas debater uma solução para o caso de a votação do STF resultar no impedimento do novo ministro da Justiça; no governo, como no entorno de Lula, os dois nomes mais citados para ocupar o cargo são os dos deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadi Damus (PT-RJ); Lula aprova a ambos e o jantar de hoje deve definir a parada (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Renato Rovai - O governo já trabalha com a hipótese de que o Supremo Tribunal Federal (STF) vá vetar que um procurador ocupe função no executivo o que inviabilizará que o baiano Wellington César Lima e Silva se torne ministro da Justiça.

O ex-presidente Lula está indo a Brasília para entre outras coisas debater uma solução para o caso de a votação do STF resultar neste impedimento.

A posição do governo seria a de não abrir mais uma frente de batalhar e operar de forma rápida a substituição de Wellington por outro nome.

Em outro momento, Lula já defendeu o nome do peemedebista Nélson Jobim para o cargo. Mas a presidenta Dilma não teve boa relação com o gaúcho no seu primeiro governo e teria vetado-o.

No governo, como no entorno de Lula, os dois nomes mais citados para ocupar o cargo são os dos deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadi Damus (PT-RJ).

Lula aprova a ambos e o jantar de hoje deve definir a parada.

Além disso, a reunião deve servir para ajustar uma estratégia de resistência para o governo. Que na avaliação de Lula passa por Dilma ter uma relação mais ativa e próxima com os movimentos sociais.

A Lava Jato, evidentemente, também estará no cardápio.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: