Escândalo: PF pede ao Coaf investigação sobre Glenn, em ato de improbidade de Moro

Subordinada ao ministro Sergio Moro, a Polícia Federal pediu ao Coaf uma investigação sobre as movimentações financeiras do jornalista Glenn Greenwald, do Intercept, que revelou como Moro e a força-tarefa da Lava Jato fraudaram o processo judicial contra o ex-presidente Lula; a se confirmar a informação, divulgada pelo site Antagonista, Moro terá cometido o crime de improbidade administrativa, segundo o ex-deputado Wadih Damous

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal solicitou ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) uma investigação sobre as movimentações financeiras do jornalista Glenn Greenwald, do Intercept, que revelou ao Brasil e ao mundo como o ex-juiz Moro e os procuradores da força-tarefa da Lava Jato fraudaram o processo judicial contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

A se confirmar a informação, divulgada pelo site Antagonista, Moro terá cometido o crime de improbidade administrativa, segundo o ex-deputado Wadih Damous. 


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email