Escárnio, diz Vigilante sobre marcação de alunos para não repetirem merenda em SP

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) criticou a gestão do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), após uma escola municipal de São Paulo adotar a prática de marcar os alunos que comem a merenda para eles não repetirem o lanche, quando são servidos alimentos industrializados; de acordo com o parlamentar, a marcação "é um escárnio que demonstra claramente o tipo de gestão feita pelo PSDB"; "Se Dória trata assim crianças de uma escola municipal imagina como pensa em tratar trabalhadores do Brasil"

O deputado distrital Chico Vigilante (PT) criticou a gestão do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), após uma escola municipal de São Paulo adotar a prática de marcar os alunos que comem a merenda para eles não repetirem o lanche, quando são servidos alimentos industrializados; de acordo com o parlamentar, a marcação "é um escárnio que demonstra claramente o tipo de gestão feita pelo PSDB"; "Se Dória trata assim crianças de uma escola municipal imagina como pensa em tratar trabalhadores do Brasil"
O deputado distrital Chico Vigilante (PT) criticou a gestão do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), após uma escola municipal de São Paulo adotar a prática de marcar os alunos que comem a merenda para eles não repetirem o lanche, quando são servidos alimentos industrializados; de acordo com o parlamentar, a marcação "é um escárnio que demonstra claramente o tipo de gestão feita pelo PSDB"; "Se Dória trata assim crianças de uma escola municipal imagina como pensa em tratar trabalhadores do Brasil" (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - O deputado distrital Chico Vigilante (PT) criticou a gestão do prefeito de São Paulo, João Doria, (PSDB), após uma escola municipal de São Paulo adotar a prática de marcar os alunos que comem a merenda para eles não repetirem o lanche, quando são servidos alimentos industrializados. A informação é da repórter Regiane Soares, publicada no Agora São Paulo.

Desde o começo do mês, os estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental João Amós Comenius, na Brasilândia (zona norte da capital paulista), recebem uma bolinha ou um risco na mão, feito com um canetão.

Segundo o distrital, "a marcação feita nas mãos das crianças com pincel atômico para que não comam novamente – o que só tentarão fazer se estiverem ainda com fome – é um escárnio que demonstra claramente o tipo de gestão feita pelo PSDB".

"É assim que os tucanos tratam o povo, é assim que alguns ricos tratam os pobres. Se Dória trata assim crianças de uma escola municipal imagina como pensa em tratar trabalhadores do Brasil", criticou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247