CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Esgoto com tecnologia italiana

Convnio entre Caesb e embaixada da Itlia buscar melhorias na estao de tratamento de esgoto de So Sebastio; ato faz parte da segunda etapa do projeto embaixada verde

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Brasília – O governador do Distrito Federal em exercício, Tadeu Filippelli, assinou nesta quarta-feira (4) um acordo de cooperação técnica com o governo da Itália para ampliar o uso de energia elétrica limpa e melhorar as condições gerais de água e saneamento. O ato fez parte do seminário Economia Verde e Rio +20, organizado pela Embaixada da Itália no Brasil.

A assinatura marcou o início da segunda etapa do projeto Embaixada Verde, desenvolvido pela representação diplomática italiana desde o ano passado. Nesta fase, a parceria com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) vai viabilizar melhorias na estação de tratamento de esgoto de São Sebastião e também o controle da qualidade da água que sai da Embaixada da Itália após passar por filtros no próprio local.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na primeira etapa, iniciada em 2011, um convênio entre a Companhia Energética de Brasília (CEB), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a Itália já havia possibilitado a instalação de células fotovoltaicas (que captam energia solar e transformam em elétrica) no telhado da embaixada.

Para Filippelli, a ampliação do projeto já pode ser considerada um resultado prático da parceria. Além disso, o governador explica que o uso de painéis de energia solar já é uma realidade para o Governo do Distrito Federal. “Temos, por exemplo, o Estádio Nacional Mané Garrincha. O projeto já foi contratado prevendo a instalação dessas células de energia, dentro de um pensamento voltado para a sustentabilidade ambiental”, destacou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Tanto para o representante da CEB quanto para o da Caesb a parceria tem importante papel para a sustentabilidade no DF. “O objetivo central desta cooperação é o desenvolvimento de forma sustentável, a partir do tratamento dos dejetos, que será feito de forma correta”, afirmou o presidente da Caesb, Célio Biavati.

O diretor da CEB Geração, Manoel Clementino de Barros Neto, ressaltou três pontos-chaves do acordo: “A inovação, a sustentabilidade e a parceria entre a distribuidora de energia e seus clientes”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ainda sobre a captação de energia, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) irá finalizar neste ano o processo de regulamentação das células fotovoltaicas, o que permitirá que esse tipo de equipamento seja instalado em prédios residenciais em todo o país.

No acordo, o GDF é representado pela Caesb e pela CEB. A Universidade de Brasília (UnB) também participa da cooperação.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO