Estudante é picado por cobra naja, ilegal no Brasil, e está em coma

Pedro Krambeck foi mordido pelo animal em Brasília nesta quarta-feira (8) e hospitalizado em seguida. Polícia do Distrito Federal investiga se a cobra foi traficada ao Brasil pelo estudante de veterinária (vídeo)

Cobra naja
Cobra naja (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O estudante de Veterinária Pedro Krambeck, de 22 anos, foi picado por uma cobra naja nesta quarta-feira (8) e colocado em coma induzido em um hospital do Gama, em Brasília.

O Instituto Butantan, de São Paulo, enviou a única amostra de soro no país para o tratamento, mas a família do estudante também importou a substância de um laboratório da Flórida, nos Estados Unidos.

A naja é um animal altamente peçonhento, não encontrado naturalmente no Brasil - mais comum no sul da Ásia. A cobra havia sido abandonada após a picada e foi encontrada pela polícia do Distrito Federal, que investiga se ela foi traficada ao país pelo estudante.

Caso seja comprovado que Krambeck tenha traficado o animal, ele pode receber uma multa entre R$ 500 e R$ 5 mil.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email