Estudo comprova que Jair Bolsonaro "trabalha", em média, menos de 5 horas por dia

A quantidade média de sua carga de trabalho diminuiu nos últimos anos: passou de 5,6 horas em 2019 para só 3,6 horas este ano, apontou o estudo "Deixa o Homem Trabalhar?"

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: José Cruz/Agência Brasil | Divulgação)


247 - Três acadêmicos fizeram o estudo "Deixa o Homem Trabalhar?", feito pelo cientista político Dalson Figueiredo (UFPE/Oxford) em parceria com os cientistas sociais Lucas Silva (Uncisal) e Juliano Domingues (Unicap), identificaram que, entre janeiro de 2019 e fevereiro de 2022, Jair Bolsonaro trabalhou, em média, 4,8 horas por dia. A quantidade média de sua carga de trabalho diminuiu nos últimos tempos: passou de 5,6 horas em 2019 para só 3,6 horas este ano, considerando a sua agenda oficial. 

Da Inglaterra, onde faz pós-doutorado pela Universidade Oxford, Figueiredo disse que o objetivo dos pesquisadores não foi apontar se Bolsonaro trabalha pouco ou muito, e prestar esclarecimentos acerca dos compromissos oficiais do presidente. A entrevista foi concedida à Veja

"A nossa grande motivação é tornar esse dado público, não criticar o presidente, falando que ele trabalha mais ou menos. Criamos uma equipe multidisciplinar e levantamos os dados. A motivação é metodológica", disse Figueiredo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As terças-feiras (5 horas de trabalho) e as quintas-feiras (5,3 horas de trabalho) foram os dias em que Bolsonaro trabalhou mais. Na sexta-feira, a média de trabalho foi de 4,3 horas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com o documento, todos os registros com carga horária superior a cinco horas por dia tratam-se, na verdade, de períodos em que Bolsonaro estava em trânsito. Em 2019, por exemplo, há registros de dias em que ele trabalhou 12 horas. Mesma coisa em 2020, quando a carga horária máxima foi de 12,5. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email