Eunício deve ser relator do impeachment no Senado

Certo de que a abertura do processo de impeachment pela Câmara é irreversível, o PMDB do vice Michel Temer já indica que a relatoria do parecer no Senado deve ser confiada ao líder Eunício de Oliveira (PMDB-CE); Renan Calheiros promete não impor dificuldades à tramitação, segundo a colunista Natuza Nery; Estima-se em 15 dias o prazo para o início do julgamento, quando a presidente teria de ser afastada

Certo de que a abertura do processo de impeachment pela Câmara é irreversível, o PMDB do vice Michel Temer já indica que a relatoria do parecer no Senado deve ser confiada ao líder Eunício de Oliveira (PMDB-CE); Renan Calheiros promete não impor dificuldades à tramitação, segundo a colunista Natuza Nery; Estima-se em 15 dias o prazo para o início do julgamento, quando a presidente teria de ser afastada
Certo de que a abertura do processo de impeachment pela Câmara é irreversível, o PMDB do vice Michel Temer já indica que a relatoria do parecer no Senado deve ser confiada ao líder Eunício de Oliveira (PMDB-CE); Renan Calheiros promete não impor dificuldades à tramitação, segundo a colunista Natuza Nery; Estima-se em 15 dias o prazo para o início do julgamento, quando a presidente teria de ser afastada (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Certo de que a abertura do processo de impeachment pela Câmara é irreversível, o PMDB do vice Michel Temer já indica que a relatoria do parecer no Senado deve ser confiada ao líder Eunício de Oliveira (PMDB-CE), segundo a colunista Natuza Nery.

Renan Calheiros promete não impor dificuldades à tramitação, diz ela. Estima-se em 15 dias o prazo para o início do julgamento, quando a presidente teria de ser afastada.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247