Ex-diplomata agressor de mulheres é condenado a cinco anos de prisão

A Justiça do Distrito Federal condenou a ex-diplomata Renato de Ávila Viana foi condenado a cinco anos e dez meses de prisão por agredir a professora Joyce Paiva. É a terceira condenação do ex-diplomata em processos movidos por Joyce

Ex-diplomata Renato de Ávila Viana
Ex-diplomata Renato de Ávila Viana (Foto: Reprodução (Facebook))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O juiz substituto da Vara Criminal de Águas Claras (DF), Wellington da Silva Medeiros, condenou a ex-diplomata Renato de Ávila Viana foi condenado a cinco anos e dez meses de prisão por agredir a professora Joyce Paiva, que teve um de seus dentes arrancado com uma cabeçada do ex-namorado. O magistrado decretou a prisão preventiva de Renato e determinou que o início do cumprimento da pena seja em regime fechado. 

A decisão é de 22 de outubro, mas o agressor continua solto. Essa é a terceira condenação do ex-diplomata em processos movidos por Joyce. Ele ficou preso por cerca de cinco meses e atualmente cumpre pena em liberdade. Os relatos foram publicados na coluna de Bela Megale

"Mesmo em terapia há quatro anos, esse agressor ainda é motivo dos meus pesadelos. Com ele solto, a sensação que tenho é que parece que 'está tudo bem' o que ele fez contra mim e outras mulheres. É muito ruim carregar essa sensação de impunidade. E a minha luta é para dizer que não tá tudo bem e que ele precisa responder pelo que fez. Busco forças, porque não sou só eu que passa por isso", disse Joyce.

Na sentença, o juiz afirmou que o ex-diplomata "é um agressor inveterado das mulheres com quem se relaciona" e uma "pessoa de personalidade machista, que vê na mulher mero objeto de satisfação de suas vaidades".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247