Ex-esposa de Wassef, Cristina Boner é absolvida pelo TJ-DFT de condenação por improbidade

Ela e a empresa B2BR haviam sido condenadas em junho do ano passado, em caso resultante da operação "caixa de pandora"

Cristina Boner
Cristina Boner (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Conjur - Cristina Boner e a empresa B2BR foram absolvidas pelo TJ-DFT nesta quarta-feira (24/4) da acusação de improbidade administrativa. A decisão foi tomada por cinco desembargadores, de forma unânime. Boner é ex-mulher do advogado Frederick Wassef. 

Ela e a empresa haviam sido condenadas em junho do ano passado, em caso resultante da operação "caixa de pandora". A ação começou a tramitar em 2011. A condenação dos agentes públicos foi mantida.

A empresa estatal de planejamento do Distrito Federal — Codeplan — havia contratado por R$ 9,8 milhões a empresa B2BR, que atua no ramo da informática. Um ex-secretário do governo do DF, em delação, afirmou que o contrato foi firmado após pagamento de propina. O episódio ganhou holofotes depois da divulgação de um vídeo no qual Durval Barbosa, então secretário no governo do DF, entregou R$ 50 mil ao governador da época, José Roberto Arruda.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247