Ex-governador do DF faz vaquinha para pagar advogado

O ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT), que teve R$ 10 milhões de suas contas bloqueados pela operação Panateiaco, está organizando uma vaquinha (crowdfunding) para conseguir pagar seus advogados; adesão é em forma de janta cujo convite custa R$ 300

O governador do Distrito Federal,  Agnelo Queiroz, presta depoimento à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira
O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, presta depoimento à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - Convite virtual chamando os amigos do ex-governador Agnelo Queiroz (PT) para jantar de apoiamento ao petista tem despertado variadas reações. Há quem cogite botar o evento na agenda.

Mas, em geral, a mobilização não está fazendo sucesso. O preço da adesão: R$ 300. E o motivo? Dar uma força para que o petista consiga os advogados. Ele teve R$ 10 milhões bloqueados de suas contas durante a Panatenaico, operação que o indiciou por participação no esquema de desvio de recursos do Mané Garrincha.

As informações são de Lilian Tahan no Metrópoles.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247