Feriadão com menos acidentes nas estradas do DF

Polcia Rodoviria Federal registra 51 casos, 4 a menos do que em 2010 durante a Operao Proclamao da Repblica.Foram apreendidos 56 veculos dos 1.048fiscalizados

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, durante a Operação Proclamação da República, 51 acidentes, que deixaram 32 feridos e dois mortos, nas estradas federais que cortam o Distrito Federal e municípios do Entorno. Durante a operação feita no ano passado, que teve um dia a menos, foram registrados 47 acidentes, com 34 pessoas feridas e três mortes.

“Mesmo com as más condições do tempo, e chuvas em todo período do feriado, conseguimos diminuir o número de mortes, a operação pode ser comemorada”, destacou o chefe da Comunicação Social da PRF, inspetor Daniel Bonfim. Este ano, a Operação Proclamação da República começou ao meio-dia de sexta-feira (11) e terminou hoje (16) às 8h.

Foram fiscalizados 1.048 veículos, dos quais 56 ficaram retidos. Segundo o balanço da PRF, 526 motoristas foram autuados e 12 foram presos, sendo três por causa da Lei Seca.

Os policiais rodoviários federais se distribuíram em pontos estratégicos ao longo das rodovias e em cinco postos de fiscalização: dois na BR-020, dois na BR-040 e um na BR-060. A fiscalização englobou 954 quilômetros de estradas. As rodovias com maiores índices de acidentes foram: BR-020 (acesso ao litoral norte e à Bahia), BR-040 (acesso à Região Sudeste), BR-060 (acesso às regiões Centro-Oeste e Norte) e BR-070 (acesso a cidades turísticas de Goiás, como Pirenópolis).

As condições do tempo, com chuvas em todo o período de feriado, contribuíram para a ocorrência de acidentes, no entanto, a falta de atenção e imprudência dos motoristas ainda foram as principais causas, de acordo com a PRF.

Os agentes fiscalizaram veículos e condutores, detectando infrações de trânsito e crimes, a fim de garantir a segurança dos usuários das rodovias. Para isso, foram posicionadas viaturas e motocicletas em pontos estratégicos, equipadas com etilômetros (bafômetros) e com policiais treinados para o patrulhamento ostensivo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email