Frota entra com pedido de afastamento de Jair Bolsonaro no STF

Deputado Alexandre Frota (PSDB) protocolou mandado de de segurança no STF pedindo o afastamento de Bolsonaro a partir das acusações de Sérgio Moro. O parlamentar ex-bolsonarista aponta que Bolsonaro mudou o comando da PF com o objetivo de "interferir nas investigações realizadas" pela corporação

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) mandado de segurança pedindo o afastamento de Jair Bolsonaro, a partir das acusações feitas contra ele pelo ex-ministro Sérgio Moro. 

Segundo o jornal Valor, entre as acusações apontadas por Frota no pedido está de que Bolsonaro teria fraudado o Diário Oficial da União (DOU) ao publicar a assinatura de Moro no ato de exoneração do delegado Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal.

Na ação no Supremo, o deputado ex-bolsonarista aponta a ligação do vereador Carlos Bolsonaro com com o novo diretor-geral da PF, Alexandre Ramagem e diz que Bolsonaro mudou o comando da corporação com o objetivo de "interferir nas investigações realizadas" pela Polícia Federal.

Além disso, Frota afirma que o presidente pratica crimes contra a saúde pública por pregar o fim do isolamento social em meio à pandemia do novo coronavírus.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247