Funcionárias denunciam presidente da Caixa, Pedro Guimarães, por assédio sexual

"É comum ele pegar na cintura, pegar no pescoço. Já aconteceu comigo e com várias colegas", diz uma funcionária. Confira mais depoimentos

Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.
Presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. (Foto: Isac Nóbrega/PR)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Existem há algum tempo dentro da Caixa Econômica Federal (CEF) relatos de que o presidente da instituição, Pedro Guimarães, coleciona episódios de assédio sexual. Funcionária do banco, Ana afirma que, a depender da proximidade dele com algumas das mulheres, o dirigente passa a se sentir "dono" delas. "É comum ele pegar na cintura, pegar no pescoço. Já aconteceu comigo e com várias colegas. Ele trata as mulheres que estão perto como se fossem dele". Os relatos foram publicados nesta terça-feira (28) em reportagem dos jornalistas Rodrigo Rangel, Fabio Leite e Jeniffer Gularte, no portal Metrópoles.

De acordo com Valéria, outra funcionária, o gabinete de Guimarães é que escolhe as mulheres para as comitivas dele nas viagens do programa Caixa Mais Brasil e o critério da seleção é definido conforme as preferências do presidente. "Mulher bonita é sempre escolhida para viajar”. Ele convida para as viagens as mulheres que acha interessantes", afirmou.

continua após o anúncio

Cristina, outra funcionária, disse que, em uma viagem, duas funcionárias da equipe foram chamadas para ir à piscina do hotel encontrar Guimarães. Segundo ela, depois uma das mulheres ouviu uma proposta indecente, feita por uma pessoa bem próxima a Guimarães. "E se o presidente quiser transar com você?".

Em nota, a Caixa disse que "não tem conhecimento das denúncias apresentadas pelo veículo". "A Caixa esclarece que adota medidas de eliminação de condutas relacionadas a qualquer tipo de assédio". "A Caixa possui, ainda, a cartilha ‘Promovendo um Ambiente de Trabalho Saudável’, que visa contribuir para a prevenção do assédio de forma ampla, com conteúdo informativo sobre esse tipo de prática, auxiliando na conscientização, reflexão, prevenção e promoção de um ambiente de trabalho saudável".

continua após o anúncio

Leia a íntegra no portal Metrópoles

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247