GDF diz que Márcia Rollemberg ‘reage muito bem’ a tratamento contra câncer

A primeira-dama do Distrito Federal, Márcia Rollemberg, faz tratamento contra um câncer no útero e "reage muito bem", informou o governo do Distrito Federal; aos 56 anos, Márcia enfrenta a doença desde julho e, até a segunda-feira (13), havia passado por 11 das 18 sessões de quimioterapia recomendadas pelos médicos


A primeira-dama do Distrito Federal, Márcia Rollemberg, faz tratamento contra um câncer no útero e "reage muito bem", informou o governo do Distrito Federal; aos 56 anos, Márcia enfrenta a doença desde julho e, até a segunda-feira (13), havia passado por 11 das 18 sessões de quimioterapia recomendadas pelos médicos
A primeira-dama do Distrito Federal, Márcia Rollemberg, faz tratamento contra um câncer no útero e "reage muito bem", informou o governo do Distrito Federal; aos 56 anos, Márcia enfrenta a doença desde julho e, até a segunda-feira (13), havia passado por 11 das 18 sessões de quimioterapia recomendadas pelos médicos (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - A primeira-dama do Distrito Federal, Márcia Rollemberg, faz tratamento contra um câncer no útero e "reage muito bem", informou o governo do Distrito Federal. Márcia enfrenta a doença desde julho e, até a segunda-feira (13), havia passado por 11 das 18 sessões de quimioterapia recomendadas pelos médicos.

Na primeira fase do tratamento, a primeira-dama fez uma pan-histerectomia, que é a retirada completa do útero, dos ovários e dos linfonodos. O procedimento seria suficiente para remover o tumor que atingia o endométrio, membrana que reveste a parede interna do útero. Relatos são do G1.

As chances de cura eram de 95%, de acordo com a biopsia, mas o câncer voltou e Márcia precisou se submeter à quimioterapia. Quando terminar, ela deve passar por dois meses de sessões de rádio – que são as radiações locais – no ano que vem.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247