General ameaçou colocar tropas do Exército contra PM para proteger terroristas bolsonaristas

Júlio Cesar de Arruda impediu que a PM desmontasse o acampamento bolsonarista em frente ao QG do Exército na noite do dia 8

www.brasil247.com - Júlio Cesar de Arruda e coronel Fábio Augusto Vieira
Júlio Cesar de Arruda e coronel Fábio Augusto Vieira (Foto: Comando Militar do Leste | Marcelo Camargo/Agência Brasil | Reprodução)


247 - Demitido do cargo pelo presidente Lula (PT) neste sábado (21), o ex-comandante do Exército, Júlio Cesar de Arruda, ameaçou colocar suas tropas contra a Polícia Militar do Distrito Federal para proteger os terroristas bolsonaristas, relata Bela Megale, do jornal O Globo.

Na noite do último dia 8, depois da invasão e depredação das sedes dos Três Poderes, em Brasília, a PM compareceu ao acampamento de bolsonaristas golpistas montado em frente ao quartel-general do Exército. O intuito era desmontar o acampamento e efetuar a prisão dos envolvidos no terrorismo.

>>> Ao demitir o comandante do Exército Lula manda vários recados

Em tom ríspido, o então comandante do Exército ameaçou o agora ex-comandante da Polícia Militar do DF, coronel Fábio Augusto Vieira. "Acho que eu tenho um pouco mais de tropa que o senhor, não é coronel?", questionou o general. O contingente dos policiais militares do DF é menor que o do Exército.

"A fala dirigida ao comandante da PM foi vista por integrantes do governo federal como mais uma ação de Arruda no sentido de impedir a desmobilização do acampamento golpista em frente ao Exército. A atuação do general contra a desmobilização do local foi um dos fatores que deflagraram a crise entre o ex-comandante da Força e o presidente Lula, o que culminou em sua demissão neste sábado (21)", diz a reportagem.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247