Gilmar diz que procuradores de Curitiba podem ter “manipulado delações”

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, afirma que Sergio Moro, em conluio com os procuradores de Curitiba, praticamente construíram uma “verdadeira organização criminosa”. Gilmar frisou que há tempos vem fazendo as análises corretas sobre a Lava Jato em Curitiba.

Brasilia - Gilmar Mendes
Brasilia - Gilmar Mendes (Foto: Gilmar Mendes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, afirma que Sergio Moro, em conluio com os procuradores de Curitiba, praticamente construíram uma “verdadeira organização criminosa”. Gilmar frisou que há tempos vem fazendo as análises corretas sobre a Lava Jato em Curitiba. 

A reportagem do jornal GGN destaca mais impressões do ministro: "a força-tarefa, ali, atuou articulada com o Juízo e extrapolou suas prerrogativas. Mesmo sabendo que algumas condutas, se descobertas, seriam vistas como erráticas ou ilegais, os procuradores perseguiram seus anseios políticos mesmo usando, usando o cargo no Ministério Público Federal e o apoio da mídia e da sociedade como instrumento e escudo."

A matéria ainda acrescenta que "o ministro destacou especial o “negócio lucrativo” da Lava Jato, que envolve não só as palestras que Moro e procuradores deram a empresas – inclusive algumas citadas em delações – mas também a fundação de direito privado que seria criada com uma multa bilionária que a Petrobras foi obrigada a pagar nos Estados Unidos."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247