Grupo de Sara Winter faz novas ameaças e governador do DF fecha Esplanada

Membros da inteligência do governo do Distrito Federal, comandado por Ibaneis Rocha, detectaram que remanescentes do movimento 300 do Brasil fizeram ameaças ao bispo dom Marcony Vinícius Ferreira. O grupo é o mesmo da militante bolsonarista Sara Winter, presa em operação que investiga atos pró-golpe

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), fechará a Esplanada dos Ministérios por dois dias, nesta terça-feira (16) e quarta-feira (17), após integrantes da inteligência do governo detectarem que remanescentes do grupo 300 do Brasil fizeram ameaças ao bispo dom Marcony Vinícius Ferreira. Ele pertence à Cúria Metropolitana, na Catedral Nossa Senhora Aparecida, no meio da Esplanada. A medida será oficializada por decreto. 

O acampamento dos 300 do Brasil foi desmontado em operação da Polícia Militar do Distrito Federal (PM-DF) e do DF Legal nesse sábado (13). O grupo é o mesmo da militante bolsonarista Sara Winter, presa pela PF no âmbito do inquérito que investiga atos pró-golpe e ameaças a membros da Corte.

Dom Marcony tem boa relação com o governador. No fim do ano passado, o chefe do Executivo afirmou que planejava a construção de um museu de arte sacra, a pedido de dom Marcony.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email