Homem chama negro de "macaco" e tenta fugir ao descobrir que ele é delegado no DF

Pedro Henrique de Martins Mendes é acusado de disparar ataques raciais contra o delegado-chefe da 3ª DP, Ricardo Viana, no Distrito Federal. Ele foi solto no domingo (9) depois da audiência de custódia, mas seguirá com tornozeleira

Pedro Henrique de Martins Mendes e o delegado Ricardo Viana
Pedro Henrique de Martins Mendes e o delegado Ricardo Viana (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O delegado-chefe da 3ª DP, Ricardo Viana, sofreu ataques racistas em uma lanchonete no Distrito Federal durante o fim de semana. Viana lanchava no local quando foi abordado por Pedro Henrique de Martins Mendes, de 34 anos, e chamado de “macaco”. 

Segundo o delegado, Martins estava fora de si e tentou fugir quando descobriu que Viana era delegado, mas foi preso na sequência, revelou reportagem do Bom Dia Brasil. 

Pedro Henrique de Martins Mendes passou por audiência, pagou R$ 3.100 reais de fiança e terá que usar tornozeleira eletrônica por três meses. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247