Ibama e Salles suspendem plano de comprar retardante de fogo nocivo ao meio ambiente sem licitação

O Ibama e o Ministério do Meio Ambiente, chefiado por Ricardo Salles, suspenderam o plano de comprar 20 mil litros de retardante de fogo, em regime de urgência e sem licitação, para lançar sobre áreas de queimadas do Pantanal

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente
Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ibama e o Ministério do Meio Ambiente, chefiado por Ricardo Salles, suspenderam o plano de comprar 20 mil litros de retardante de fogo, em regime de urgência e sem licitação, para lançar sobre áreas de queimadas do Pantanal, no Mato Grosso.

Em 2018, laudo técnico do próprio Ibama apontou que a aplicação desse produto pode causar riscos ao meio ambiente e à saúde humana. Produto similar foi usado este mês na Chapada dos Veadeiros, em Goiás.

Após pressão contra o uso do produto, Ibama declarou o plano “encontra-se temporariamente suspensa para melhor análise e avaliação da autarquia”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247