Itamaraty esconde detalhes da visita de Mike Pompeo ao Brasil até 2035

Submisso aos interesses dos Estados Unidos e orgulhoso de ter transformado o Brasil em pária internacional, o chanceler Ernesto Araújo tornou sigilosa até 2035 toda informação sobre a visita do chefe do Departamento de Estado a Roraima

Mike Pompeo e Ernesto Araújo
Mike Pompeo e Ernesto Araújo (Foto: US Embassy)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A política externa de Ernesto Araújo, que mina a credibilidade do Itamaraty e se diz orgulhosa de transformar o Brasil em pária internacional, produz fatos inusitados. Um deles foi revelado pelo jornalista Vinicius Sassine, em reportagem publicada neste sábado pela Folha de S. Paulo. "O Itamaraty impôs segredo, até 2035, às informações trocadas pelos postos diplomáticos a respeito da controversa visita do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, à fronteira do Brasil com a Venezuela. Pompeo foi ciceroneado pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, durante viagem a Boa Vista em 18 de setembro. Ele foi a Roraima em meio à campanha do presidente Donald Trump à reeleição", escreveu o jornalista.

Sassine também informa que o ministério classificou como secretos os telegramas diplomáticos que registram a preparação e os motivos da viagem, assim como os documentos produzidos posteriormente, com as impressões sobre a visita. Procurado, o Itamaraty não respondeu por que razão classificou os documentos como secretos. A visita foi um ato de provocação ao governo de Nicolás Maduro, da Venezuela, que vem sendo atacado pelo Brasil e pelos Estados Unidos.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e confira entrevista do chanceler Celso Amorim sobre a destruição do Itamaraty:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247