Janot diz que defesa de corruptos tenta desqualificar investigadores

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou nesta terça-feira (12) que, diante das provas robustas de corrupção coletadas pelo Ministério Público, resta aos investigados tentar "desacreditar" os investigadores; "Nunca se viu, em toda a nossa história, tantas investigações abertas, tantos agentes públicos e privados investigados, processados e presos. As instituições estão funcionando", disse Janot

janot
janot (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou nesta terça-feira (12) que, diante das provas robustas de corrupção coletadas pelo Ministério Público, resta aos investigados tentar "desacreditar" os investigadores.

"Nunca se viu, em toda a nossa história, tantas investigações abertas, tantos agentes públicos e privados investigados, processados e presos. As instituições estão funcionando", disse Janot.

"As reações também têm sido proporcionais. Como não há escusas pelos fatos descobertos, tantos são os fatos e tão escancaradamente comprovados, que a estratégia de defesa não pode ser outra senão tentar desconstituir, desacreditar a figura das pessoas encarregadas do combate à corrupção."

Janot participou do lançamento da campanha Todos Juntos Contra Corrupção, na sede do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), em Brasília.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email