Jovair quer anexar a delação no pedido de impeachment

Relator da comissão do impeachment, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) disse que estuda a possibilidade de anexar ao pedido de afastamento da presidente Dilma Rousseff as acusações feitas na delação do senador Delcídio do Amaral (MS); o presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), disse que a decisão é de Jovair: "A consideração ou não dos documentos anexados será objeto de decisão do relator quando da elaboração do seu parecer que será submetido ao juízo desse colegiado"

Relator da comissão do impeachment, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) disse que estuda a possibilidade de anexar ao pedido de afastamento da presidente Dilma Rousseff as acusações feitas na delação do senador Delcídio do Amaral (MS); o presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), disse que a decisão é de Jovair: "A consideração ou não dos documentos anexados será objeto de decisão do relator quando da elaboração do seu parecer que será submetido ao juízo desse colegiado"
Relator da comissão do impeachment, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) disse que estuda a possibilidade de anexar ao pedido de afastamento da presidente Dilma Rousseff as acusações feitas na delação do senador Delcídio do Amaral (MS); o presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), disse que a decisão é de Jovair: "A consideração ou não dos documentos anexados será objeto de decisão do relator quando da elaboração do seu parecer que será submetido ao juízo desse colegiado" (Foto: Roberta Namour)

247 - Relator da comissão do impeachment, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) disse que estuda a possibilidade de anexar ao pedido de afastamento da presidente Dilma Rousseff as acusações feitas na delação do senador Delcídio do Amaral (MS).

O presidente da comissão, Rogério Rosso (PSD-DF), disse que a decisão é de Jovair. "A consideração ou não dos documentos anexados será objeto de decisão do relator quando da elaboração do seu parecer que será submetido ao juízo desse colegiado", afirmou Rosso, em entrevista ao Valor.

Parlamentares da oposição decidiram retirar o aditamento para a inclusão da delação porque, segundo eles, isso atrasaria a tramitação e abriria margem para questionamentos judiciais (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247