Lewandowski manda Pazuello entregar emails do ministério da Saúde sobre crise no Amazonas

Ministro do STF autorizou a Polícia Federal a recolher os emails trocados entre o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do Amazonas para comprovar se, de fato, o governo não foi avisado da crise do oxigênio em Manaus e outras cidades na pandemia, como argumentou o ministro Pazuello em depoimento no Senado

(Foto: ABr | STF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Ricardo Lewandowski determinou que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, entregue à Polícia Federal emails do Ministério da Saúde trocados com a Secretaria de Saúde do Amazonas ao longo da crise de falta de oxigênio no estado na pandemia.

A ordem foi uma autorização a um pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, para aprofundar a investigação sobre o caso. O propósito é apurar se Pazuello foi omisso para abastecer os hospitais da capital com oxigênio, uma vez que eles eram transferidos por aviões da FAB, a mando do governo federal.

Lewandowski também autorizou a PF a colher depoimentos dos representantes da empresa White Martins, fornecedora de oxigênio aos hospitais da capital amazonense, sobre os fatos investigados e obter informações sobre as tratativas de transporte de oxigênio para Manaus e de remoção de pacientes da cidade para hospitais federais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email