Lula vai analisar PEC da Transição nesta sexta-feira e proposta deve chegar ao Congresso na terça, diz líder do PT

De acordo com o senador Paulo Rocha, a articulação da "PEC foi suspensa para levar para o Lula amanhã as várias propostas que estão rodando aí"

www.brasil247.com - Luiz Inácio Lula da Silva (à esq.) e Paulo Rocha
Luiz Inácio Lula da Silva (à esq.) e Paulo Rocha (Foto: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany | Alessandro Dantas/Agencia PT)


247 - O líder do PT no Senado, Paulo Rocha (RN), afirmou que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avaliará a "PEC da Transição" em reunião nesta sexta-feira (25) com o senador eleito Wellington Dias (PT-PI). "A (articulação da) PEC foi suspensa para levar para o Lula amanhã as várias propostas que estão rodando aí, para afinar, na segunda-feira, processar a nossa proposta, e apresentar na terça-feira o texto", disse. A entrevista do parlamentar foi publicada nesta quinta-feira (24) pelo jornal O Globo

Segundo a PEC, R$ 198 bilhões ficarão fora do teto de gastos. Existe ainda uma discussão sobre quanto tempo o Bolsa Família não estará dentro do teto. Integrantes do PT defenderam que fosse por quatro anos, mas o Centrão quer apenas um ano.

O senador afirmou que não há definição sobre o desbloqueio de quase R$ 8 bilhões do orçamento secreto. O Centrão quer a proposta aprovada em 2022. "Não posso te dizer se vai incluir ou não, durante a discussão de orçamento vai encher de emenda de tudo quanto é jeito. Só queremos assegurar o que importa para nós perante o relator, que é o dinheiro para fazer nossos programas sociais", acrescentou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247