Maia afirma que “não há hipótese de prorrogar o estado de calamidade”

Segundo o presidente da Câmara, a medida "seria uma sinalização muito ruim quanto à âncora fiscal", pois o orçamento tem "pouca gordura"

Sessão Extraordinária Deliberativa – Virtual na Câmara dos Deputados. 01/09/20
Sessão Extraordinária Deliberativa – Virtual na Câmara dos Deputados. 01/09/20 (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Thayná Schuquel, Metrópoles - O presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta sexta-feira (17/10) que a possibilidade de prorrogação do estado de calamidade, decretado durante a pandemia do novo coronavírus, por mais três meses “não existe”.

“Não haverá nenhuma hipótese de se usar a PEC de Guerra e prorrogar o estado de calamidade”, declarou o parlamentar. Segundo ele, isso “seria uma sinalização muito ruim quanto à âncora fiscal”.

Leia mais no Metrópoles.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email