Maia: setor privado 'fugiu' de megaleilão e resultado é frustrante

"É informação negativa sem dúvida nenhuma. A nossa expectativa era que o setor privado tivesse maior interesse. Agora vamos ver com os analistas do setor, o porquê o setor provado fugiu do leilão de hoje", afirmou presidente da Câmara, Rodrigo Maia, sobre o leilão desta quarta-feira (6), que arrecadou R$ 69,96 bilhões e o governo esperava 106,5 bilhões

Rodrigo Maia e pré-sal
Rodrigo Maia e pré-sal

247 - Entusiasta da política neoliberal do governo Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o resultado do megaleilão do pré-sal nesta quarta-feira (6) gerou "frustração".

"É informação negativa sem dúvida nenhuma. A nossa expectativa era que o setor privado tivesse maior interesse. Agora vamos ver com os analistas do setor, o porquê o setor provado fugiu do leilão de hoje", afirmou Maia.

“O governo tinha a expectativa de arrecadar mais de R$ 100 bilhões e foi frustrado. Agora. Vamos ouvir as análises e vamos ver como o governo, recebendo essas análise, como trabalha para que o futuro não tenha o mesmo tipo de problema”, acrescentou o presidente da Câmara.

O leilão arrecadou R$ 69,96 bilhões. O governo esperava 106,5 bilhões. O leilão foi marcada pela falta de disputa e pelo protagonismo da Petrobras. Das 4 áreas oferecidas na Rodada de Licitações do Excedente da Cessão Onerosa, duas foram arrematadas e duas não atraíram propostas de interessados (leia mais no Brasil 247).

Ao vivo na TV 247 Youtube 247