Major Olimpio sobre Flávio Bolsonaro: que se dane se é filho do presidente

Briga na direita se intensifica: Major Olimpio (PSL-SP), líder do PSL no Senado, disse em entrevista publicada nesta quarta-feira (18) que o partido não é uma dinastia e que por isso ele defende a saída de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). "Que se dane se é filho do presidente ou não", declarou

Major Olímpio e Flávio Bolsonaro
Major Olímpio e Flávio Bolsonaro (Foto: Agência Senado)

247 - Em entrevista ao Congresso em Foco publicada nesta quarta-feira (18), o líder do PSL no Senado, Major Olimpio (PSL-SP), disse que o partido não é uma dinastia e que por isso ele defende a saída de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) da sigla. 

"Para mim, todos os filiados do PSL são absolutamente iguais e merecem o respeito como filiados. Para mim, eu quero que se dane se é filho do presidente ou não, isso aqui não é dinastia, é um partido político e tem a área de governo", declarou Olimpio.

"Os desentendimentos no PSL se acirraram após Flávio Bolsonaro pressionar senadores a retirarem suas assinaturas para a instalação da CPI da Lava Toga. O auge do desgaste se deu com a saída da senadora Juíza Selma da sigla. Ela foi para o Podemos e anunciou nas redes sociais que o motivo foram os desgastes gerados pelo filho de Jair Bolsonaro. 'Saí do PSL por causa do desentendimento com o senador Flávio Bolsonaro. Não foi apenas pelo fato de ele querer que eu retirasse a assinatura. Foi pela forma indelicada e desrespeitosa com que ele me tratou', afirmou a dissidente do PSL", conta a reportagem.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247