Manifestantes pró e contra Lula entram em confronto em Brasília

Um grupo de petistas entrou em confronto com manifestantes que protestam, nesta quarta (16), contra a nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília; houve correria e a polícia usou cassetetes e spray de pimenta para evitar os embates; na Praça dos Três Poderes, cerca de 2 mil pessoas protestam contra Lula, Dilma e o PT

Um grupo de petistas entrou em confronto com manifestantes que protestam, nesta quarta (16), contra a nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília; houve correria e a polícia usou cassetetes e spray de pimenta para evitar os embates; na Praça dos Três Poderes, cerca de 2 mil pessoas protestam contra Lula, Dilma e o PT
Um grupo de petistas entrou em confronto com manifestantes que protestam, nesta quarta (16), contra a nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília; houve correria e a polícia usou cassetetes e spray de pimenta para evitar os embates; na Praça dos Três Poderes, cerca de 2 mil pessoas protestam contra Lula, Dilma e o PT (Foto: Valter Lima)

247 - Um grupo de petistas entrou em confronto com manifestantes que protestam, nesta quarta-feira (16), contra a nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília. Houve correria e a polícia usou cassetetes e spray de pimenta para evitar os embates.

Na Praça dos Três Poderes, cerca de 2 mil pessoas protestam contra Lula, Dilma e o PT. Manifestantes chegaram a gritar que iriam invadir o Planalto, o que não ocorreu. Um cordão de isolamento da polícia foi formado em frente a toda a extensão do Palácio.

Outros protestos

Outras manifestações contra a nomeação de Lula acontecem em São Paulo e Belo Horizonte.

A estudante Isadora Schautte, 18, foi agredida com pontapés por manifestantes em São Paulo quando passava pelo local onde acontece o protesto, próximo ao Masp. Ela teria respondido às críticas ao governo do PT. Seu namorado, Lucas Brasileiro, 21, também foi agredido ao tentar defendê-la.

Em Curitiba, um grupo de 50 pessoas saiu em defesa do juiz Sérgio Moro. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247