Maranhão demite diretor de Comunicação da Câmara ligado a Cunha

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), exonerou nesta terça (21) o diretor-executivo de Comunicação Social da Casa, Claudio Lessa; a demissão ocorreu após a TV Câmara ter transmitido ao vivo, em seu canal no Youtube e no canal alternativo da TV digital, as cerca de duas horas do pronunciamento e entrevista coletiva do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), exonerou nesta terça (21) o diretor-executivo de Comunicação Social da Casa, Claudio Lessa; a demissão ocorreu após a TV Câmara ter transmitido ao vivo, em seu canal no Youtube e no canal alternativo da TV digital, as cerca de duas horas do pronunciamento e entrevista coletiva do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)
O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), exonerou nesta terça (21) o diretor-executivo de Comunicação Social da Casa, Claudio Lessa; a demissão ocorreu após a TV Câmara ter transmitido ao vivo, em seu canal no Youtube e no canal alternativo da TV digital, as cerca de duas horas do pronunciamento e entrevista coletiva do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) (Foto: Valter Lima)

247 - O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), exonerou nesta terça-feira (21) o diretor-executivo de Comunicação Social da Casa, Claudio Lessa.

A demissão ocorreu após a TV Câmara ter transmitido ao vivo, em seu canal no Youtube e no canal alternativo da TV digital, as cerca de duas horas do pronunciamento e entrevista coletiva do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). 

Crítico do PT, o diretor havia se envolvido em polêmica no ano passado ao fazer no seu blog pessoal uma enquete sobre o que deveria ser feito para o Brasil sair da crise. Entre as opções, havia a sugestão de que Dilma Rousseff cometesse suicídio.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247