Marcha para Jesus reúne evangélicos em Brasília

De acordo com os organizadores, cerca de 30 mil pessoas caminharam pelas vias principais da capital federal neste sábado 17 ao som de música gospel e orações; de acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, o público estimado chegou a 8 mil pessoas

De acordo com os organizadores, cerca de 30 mil pessoas caminharam pelas vias principais da capital federal neste sábado 17 ao som de música gospel e orações; de acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, o público estimado chegou a 8 mil pessoas
De acordo com os organizadores, cerca de 30 mil pessoas caminharam pelas vias principais da capital federal neste sábado 17 ao som de música gospel e orações; de acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, o público estimado chegou a 8 mil pessoas (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Agência Brasil – Milhares de evangélicos se reuniram para participar da Marcha para Jesus em Brasília neste sábado 17. Os organizadores estimaram a presença de até 30 mil pessoas. De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o público estimado chegou a 8 mil pessoas. Desse total, 7 mil caminharam pelo Eixo Monumental, uma das principais avenidas da cidade, ao som de música gospel e orações.

A marcha teve início às 15h, quando os evangélicos se concentraram na Praça do Buriti, em frente à sede do governo do Distrito Federal. Por volta das 16h, eles saíram em caminhada pelo Eixo Monumental acompanhados de trios elétricos em direção ao palco montado na Esplanada dos Ministérios. Três faixas da via foram interditadas.

O show no canteiro central da Esplanada, em frente ao Museu da República, acabou por volta das 23h. Além das apresentações de cantores gospel e de 15 grupos do Distrito Federal, haverá culto.

A Marcha para Jesus começou na Inglaterra, em 1980. Atualmente, o evento ocorre em diversas cidades brasileiras. No Distrito Federal, a marcha é organizada pela Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil (Concepab), pelo Conselho de Igrejas e Pastores Evangélicos (Cipe), Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal (Copev-DF), pela Federação Nacional das Igrejas Cristãs (Fenaic) e pelo Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política (Fenasp).

Edição: Carolina Pimentel

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email