MBL abre guerra contra o governo e Kim chama Bolsonaro de bundão

“Achei até meio bundão o Bolsonaro não falar o meu nome. Pelo amor de Deus. Sou um deputado mirrado, semijaponês, do baixo clero”, disse o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), em entrevista à Jovem Pan

(Foto: MJS\ Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da revista Fórum – Em entrevista ao programa Pânico, da rádio Jovem Pan, nesta sexta-feira (30), o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) retrucou os ataques que o presidente Jair Bolsonaro disparou contra ele nesta quinta (29), durante live no Facebook. Kataguiri disse ter ficado surpreso que presidente não citou seu nome, mas sabia que tinha gerado desconforto em Bolsonaro por conta de suas intrigas com o filho Eduardo sobre a lei que pune fake news nas eleições.

“Achei até meio bundão o Bolsonaro não falar o meu nome. Pelo amor de Deus. Sou um deputado mirrado, semijaponês, do baixo clero”, brincou o líder do MBL.

Em seguida, o deputado disse que Eduardo não tinha pretexto para iniciar uma intriga sobre a lei, e utilizou como exemplo o deputado Hélio Negão. “O primeiro a soltar um tuíte foi o deputado Hélio Negão. Eu fui lá no gabinete dele, depois da votação, e falei: Hélio, você não entendeu a lei. Eu li e expliquei, ele disse que estava errado. Fez a errata e publicou”.

Leia a íntegra na Fórum

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247