Michelle Bolsonaro consome R$ 328,8 mil dos cofres públicos para “readequar espaço” de trabalho

A primeira-dama Michelle Bolsonaro consumiu R$ 328,8 mil dos cofres públicos para montagem e decoração do espaço onde trabalhará com sua equipe na Esplanada dos Ministérios, em Brasília; o valor inclui somente gastos com as obras para “readequar” o ambiente de quase 300 metros, porque mobiliários usados integravam o patrimônio da União

Em meio à crise no Planalto, Bolsonaro vai ao cinema com Michelle
Em meio à crise no Planalto, Bolsonaro vai ao cinema com Michelle (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

247 - A primeira-dama Michelle Bolsonaro, esposa do presidente Jair Bolsonaro, consumiu R$ 328,8 mil dos cofres públicos para montagem e decoração do espaço onde trabalhará com sua equipe na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF). O valor inclui somente gastos com as obras para “readequar” o ambiente de quase 300 metros, porque mobiliários usados integravam o patrimônio da União. A informação foi divulgada pela coluna de Bela Megale, no jornal O Globo, via lei de acesso à informação.

Michelle preside o conselho do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado. 

O local onde ela vai trabalhar fica no mesmo bloco dos ministros Osmar Terra (Cidadania) e Damares Alves (Direitos Humanos). Ela vai ocupar o local com outros dez funcionários, com salários que variam entre R$ 1,6 mil a R$ 5,2 mil.

Como primeira-dama, Michelle não tem direito a salário. De acordo com funcionários do ministério, ela também não dá expediente todos os dias no local.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247.Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247