Militante antipetista segue no portal do Senado

Mais de um mês depois de exposto seus ataques ao PT, Ricardo Icassatti Hermano continua como diretor do Portal de Notícias do Senado; nas redes sociais, ele dissemina mensagens em que compara o partido a Hitler e chama a presidente Dilma Rousseff de “integrante de quadrilha”; em dezembro do ano passado, postou: "E a Justiça vai enjaular o Tião Viana", sobre o senador petista, primeiro secretário do Senado, que disse que ia apurar o caso  

Mais de um mês depois de exposto seus ataques ao PT, Ricardo Icassatti Hermano continua como diretor do Portal de Notícias do Senado; nas redes sociais, ele dissemina mensagens em que compara o partido a Hitler e chama a presidente Dilma Rousseff de “integrante de quadrilha”; em dezembro do ano passado, postou: "E a Justiça vai enjaular o Tião Viana", sobre o senador petista, primeiro secretário do Senado, que disse que ia apurar o caso
 
Mais de um mês depois de exposto seus ataques ao PT, Ricardo Icassatti Hermano continua como diretor do Portal de Notícias do Senado; nas redes sociais, ele dissemina mensagens em que compara o partido a Hitler e chama a presidente Dilma Rousseff de “integrante de quadrilha”; em dezembro do ano passado, postou: "E a Justiça vai enjaular o Tião Viana", sobre o senador petista, primeiro secretário do Senado, que disse que ia apurar o caso   (Foto: Roberta Namour)

247 - Mais de um mês depois de ser exposto como militante antipetista, o diretor do Portal de Notícias do Senado, Ricardo Icassatti Hermano, permanece no cargo.

Nas redes sociais, ele dissemina mensagens em que compara o PT a Hitler e chama a presidente Dilma Rousseff de “integrante de quadrilha”. Em dezembro do ano passado, postou: "E a Justiça vai enjaular o Tião Viana", sobre o senador petista, primeiro secretário do Senado, que disse que ia apurar o caso.

"Desde quando fazer oposição ao PT é crime?", tenta se justificar Icassatti.

Conheça a TV 247

Mais de Brasília

Ao vivo na TV 247 Youtube 247