Ministro da Educação posa ao lado de PMs que teriam sido 'covardemente agredidos' por estudantes

Em vídeo, Abraham Weintraub atacou a UNE, dizendo que os policiais militares teriam sido “covardemente agredidos” por estudantes; durante em frente ao MEC contra mensalidades nas universidades, estudantes foram agredidos por policiais, que usaram truculência e spray de pimenta contra eles

247 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, publicou na noite dessa terça-feira, 16, um vídeo em que aparece ao lado de dois policiais militares do Distrito Federal e atacou a União Nacional dos Estudantes (UNE), dizendo que os PMs teriam sido “covardemente agredidos” por estudantes.

“Os dois foram covardemente agredidos hoje por duas pessoas que participavam da manifestação organizada pela UNE”, disse o ministro, ao lado do Major Peres e do cabo João Otávio. “A sociedade não pode mais apoiar esse tipo de atitude, principalmente de eventos vindos de pessoas que se dizem representar os estudantes. Eles não representam os estudantes”, disse o ministro.

A manifestação da UNE citada pelo ministro da Educação ocorreu em frente ao MEC e foram os estudantes que foram agredidos por policiais, quando protestavam por melhores condições para o ensino superior.

“A manifestação pacífica contra a cobrança de mensalidades nas universidades públicas foi interrompida por agressões e spray de pimenta”, contou o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão. “A educação tem sido alvo de diversos cortes e hoje já estamos vivenciando universidades com energia elétrica cortada por falta de verba”, disse ele.

Assista ao vídeo do ministro Abraham Weintraub:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247