Nelson Barbosa: PEC da Transição atende algumas preocupações da equipe de economistas

Ex-ministro da Fazenda e do Planejamento destacou a importância da PEC da Transição. "Não dá para esperar até primeiro de janeiro"

www.brasil247.com - Nelson Barbosa
Nelson Barbosa (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)


247 - Ex-ministro da Fazenda e do Planejamento, Nelson Barbosa afirmou nesta segunda-feira (25) que a definição de um prazo para a duração da "PEC da Transição" atendeu "algumas das preocupações" do grupo da equipe do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). "Acho que o fato da PEC ter vindo com prazo de quatro anos já atendeu algumas das preocupações", disse ele, destacando importância da PEC da Transição. "Não dá para esperar até primeiro de janeiro".

A proposta, apresentada no Senado, prevê R$ 198 bilhões fora do teto de gastos. Desse valor, R$ 175 bilhões garantirão a retomada do programa Bolsa Família pelos próximos quatro anos. 

>>> Editores dos principais jornais do mundo pedem aos EUA fim da perseguição contra Julian Assange

Segundo a PEC do Teto de Gastos, aprovada na gestão de Michel Temer (MDB) e apoiada pela equipe de Jair Bolsonaro (PL), o investimento do governo federal em um ano deve representar o dos 12 meses anteriores e corrigido somente pela inflação. 

O ex-ministro e mais três especialistas fazem parte do grupo de economia da equipe de transição - André Lara Resende, Guilherme Mello e Pérsio Arida.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247