Nemer pode ser primeiro parlamentar com diplomação barrada pela Ficha Limpa

Condenado em segunda instância devido à participação no caso investigado pela Operação Caixa de Pandora em 2009, o deputado federal eleito Rôney Nemer (PMDB) pode ser o primeiro caso de um parlamentar que terá a diplomação impedida devido à aplicação da Lei da Ficha Limpa; caso seja condenado, a suplência é do distrital Alírio Neto (PEN)

Condenado em segunda instância devido à participação no caso investigado pela Operação Caixa de Pandora em 2009, o deputado federal eleito Rôney Nemer (PMDB) pode ser o primeiro caso de um parlamentar que terá a diplomação impedida devido à aplicação da Lei da Ficha Limpa; caso seja condenado, a suplência é do distrital Alírio Neto (PEN)
Condenado em segunda instância devido à participação no caso investigado pela Operação Caixa de Pandora em 2009, o deputado federal eleito Rôney Nemer (PMDB) pode ser o primeiro caso de um parlamentar que terá a diplomação impedida devido à aplicação da Lei da Ficha Limpa; caso seja condenado, a suplência é do distrital Alírio Neto (PEN) (Foto: Leonardo Araújo)

Brasília 247 - Condenado em segunda instância pela 3ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) devido à participação no caso investigado pela Operação Caixa de Pandora em 2009, o deputado federal eleito Rôney Nemer (PMDB) pode ser o primeiro caso de um parlamentar que terá a diplomação impedida devido à aplicação da Lei da Ficha Limpa.

Em sua terceira legislatura como distrital, Nemer tem sua diplomação marcada para dezembro, mas o Ministério Público Eleitoral (MPE) prepara posicionamento contra. O suplente de Nemer é o distrital Alírio Neto (PEN).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247