Depois de colapso do Enem, Weintraub diz no Senado que imprensa é "terrorista"

O ministro que passará à história como responsável pelo colapso do Enem, Abraham Weintraub, foi ao Senado na manhã desta terça para acusar a imprensa de "terrorista". "A resposta agora será na rua", afirmou a direção da UNE. A hashtag #ForaWeintraub é um dos assuntos mais comentados do Twitter. Senador Randolfe Rodrigues quer demissão imediata do ministro

(Foto: Marcos Corrêa - PR)

247 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, atacou a imprensa ao comentar afirmar que os meio de comunicação adotaram uma "linha terrorista" nas matérias sobre os erros de correção no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que, segundo o MEC, afetou cerca de 6 mil estudantes. "Não houve fraude", afirmou ele no Senado. De acordo com o titular da pasta, o objetivo das críticas ao Enem e ao ministério "é desmobilizar a sociedade". 

"Os meios de comunicação adotaram uma linha terrorista", disse ele, para quem há "maldade da imprensa, distorção" dos fatos sobre os erros no exame. "A grafica (Valid) tem de ver a culpa dela. Abrimos um processo de licitação pra contratar uma nova gráfica", continuou.

Segundo o ministro, "não houve prejuízo a nenhum participante" do Enem. "Todas as provas foram 'rechecadas'". 

O senador Ranfolfe Rodriges (Rede-AP) cobrou a demissão do ministro. "O ministro SEM Educação vem ao Senado chamar de 'probleminhas' os erros no ENEM que afetaram MILHARES de estudantes no país! Weintraub precisa admitir que sua incompetência não é fake news e que deve sair do cargo. O Brasil merece mais", escreveu o parlamentar no Twitter.

A União Nacional dos Estudantes (UNE) repudiou as declarações do ministro. "O Weintraub INSISTE na idéia de que o ENEM e o SISU foram um sucesso! O movimento de levante pela correção das notas foi íntegro, orgânico e partiu dos ESTUDANTES. Nós buscamos meios judiciais para dar suporte a esses estudantes! Mas a resposta agora será na RUA", disse.

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) afirmou que "um tuitaço não é o suficiente pra enumerar as burradas e ataques de Weintraub no MEC". "Aos apoiadores, parece que deu ruim. Era cilada!".

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247