CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Novo decreto de armas deve aumentar fiscalização e proibir novas compras de pistola 9 mm

De acordo com a proposta do governo federal, clube de tiro também não poderá ficar aberto durante 24 horas, nem ser construído perto de escola e outras unidades educacionais

Imagem Thumbnail
Arma 9 mm (Foto: Reprodução (Youtube))
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Ministros do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva tiveram nesta quinta-feira (20) e ficou decidido que o novo decreto sobre armas permitirá o uso do calibre 9 mm apenas pelas forças de segurança, e a fiscalização dos CACs ficará sob responsabilidade da Polícia Federal. O decreto vai proibir clube de tiro aberto 24 horas e perto de escola e outras unidades educacionais. O texto do decreto vai ser finalizado deve ser anunciado antes do meio-dia desta sexta-feira (21), de acordo com informações da Globo

Quem tem arma 9 mm pode continuar usando e comprando munição. Mas, quando se fala em novas compras, este tipo de calibre será de uso exclusivo das forças de segurança. Policiais federais também vão fiscalizar clubes de tiros e munições. A PF poderá fazer convênios com polícias estaduais.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os ministros Flávio Dino (Justiça e Segurança Pública), José Múcio (Defesa) e Rui Costa (Casa Civil) se reuniram com Lula. Eles discutiram principalmente a fiscalização de CACs e o uso de 9 mm. Atualmente, o Exército é que fiscaliza o registro para Caçadores, Atiradores e Colecionadores, os chamados CACs.

O atual governo tem anunciado medidas para aumentar a fiscalização para a circulação de armas no Brasil. O governo Jair Bolsonaro (2019-2023) aumentou em quase sete vezes o número de pessoas com registros CAC, segundo Relatório Brasileiro de Segurança Pública, baseados em informações oficiais do Exército.
 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO