Pacheco recebe pedido de impeachment de Aras

De acordo com o pedido, a nomeação de Augusto Aras para a PGR "se deu única e exclusivamente por agradar e proteger Jair Messias Bolsonaro, seus filhos e seus seguidores"

www.brasil247.com - Rodrigo Pacheco e Augusto Aras
Rodrigo Pacheco e Augusto Aras (Foto: Elaine Menke/Câmara do Deputados | ABR)


247 - Políticos e advogados fizeram um pedido de impeachment do procurador-geral da República, Augusto Aras, e apresentaram, nesta quinta-feira (4), ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). De acordo com um trecho do documento, "(...) ficando evidente, por declarações na imprensa, e confirmado por inúmeras de suas manifestações e atuações posteriores, por ação e, especialmente por omissão, que sua escolha, em notório desvio de finalidade e abuso, se deu única e exclusivamente por agradar e proteger Jair Messias Bolsonaro, seus filhos e seus seguidores".

De acordo com informações publicadas nesta quinta pelo portal Uol, o pedido lembrou que Bolsonaro nomeou Augusto Aras em 2019 por Bolsonaro e o procurador não estava na lista tríplice dos nomes mais votados pelos membros do Ministério Público da União para ocupar o cargo de PGR. 

"A escolha do sr. Antônio Augusto Brandão de Aras como Procurador-Geral da República, e, portanto, como responsável pela promoção de ações e investigações penais em face de detentores de foro por prerrogativa de função no Supremo Tribunal Federal, bem como para ajuizamento de ações de controle concentrado de constitucionalidade em face de atos do Poder Público, demonstra de maneira inconteste que a nomeação possui um escopo bastante evidente: blindar as ilegalidades e inconstitucionalidades praticadas por Jair Messias Bolsonaro", afirmou o documento. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O pedido teve assinaturas de deputados federais, como Sâmia Bomfim (PSOL-SP), Túlio Gadêlha (Rede-PE) e Ivan Valente (PSOL-SP), e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email