Parlamentares pedem desculpas a Bachelet e aos chilenos pela monstruosidade de Bolsonaro

"Desculpe, Bachelet. Estamos com você", gritava a bancada do PT na Câmara dos Deputados na noite desta quarta-feira 3, junto de uma faixa que trazia a mesma mensagem. Os parlamentares repudiavam a declaração em que Bolsonaro elogiou a tortura e a morte do pai da ex-presidente do Chile pelo regime Pinochet

247 - A bancada do PT na Câmara dos Deputados fez um protesto repudiando as declarações monstruosas de Jair Bolsonaro contra a Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos e ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet. 

Em resposta a críticas feitas por Bachelet ao governo brasileiro, Bolsonaro elogiou a tortura e a morte do pai de Bachelet pelo regime sanguinário de Augusto Pinochet. Ele afirmou que o Chile "só não é uma Cuba graças aos que tiveram a coragem de dar um basta à esquerda em 1973".

Na Câmara, os deputados gritavam "desculpe, Bachelet, estamos com você" e estendiam uma faixa com a mesma mensagem. 

Inscreva-se na TV 247 e assista à manifestação e à mensagem da deputada Maria do Rosário:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247