Partidos de oposição apresentam representação contra Sérgio Moro na PGR

PSOL, PT, PDT, PSB, PCdoB e Rede pedem que a Procuradoria Geral da República investique Sérgio Moro por possível violação do sigilo da fonte e da liberdade jornalística contra Glenn Greenwald

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Seis partidos de oposição ao governo de Jair Bolsonaro protocolaram nesta quinta-feira, 4, uma representação na Procuradoria Geral da República contra o ministro da Justiça, Sérgio Moro, por possível violação do sigilo da fonte e da liberdade jornalística, garantidas pela Constituição Federal no artigo 5º.  

A ação foi proposta pela bancada do PSOL e assinada também por líderes e vice-líderes do PT, PDT, PSB, PCdoB e Rede. Para os partidos, qualquer tentativa de intimidar jornalistas contraria a Constituição, as leis e os Tratados Internacionais de Direitos Humanos. Além disso, violar o sigilo da fonte constitui um grave atentado aos Direitos Fundamentais.  

“É inaceitável qualquer tentativa de intimidação contra jornalistas. Na condição de Ministro, Sergio Moro pode utilizar orientar politicamente, de forma ilegal e inconstitucional, a atuação da Polícia Federal. Por isso é necessário que a investigação seja rápida e eficiente, prevenindo o cometimento de ilicitudes”, argumentam as legendas na representação.  

Leia na íntegra a representação. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email